Em casos de flagrante, a pessoa que cometeu o crime é imediatamente detida pela polícia e conduzida ao distrito policial, onde é ouvida sobre os fatos. Suas palavras ficarão registradas na investigação como “termo de declarações”.

 

Uma vez emitida qualquer declaração na delegacia ou até mesmo para os policiais, antes mesmo da chegada no distrito policial, não há como voltar atrás. Por isso, aquele que primeiro tomar conhecimento da prisão deve procurar imediatamente um advogado.

 

É de suma importância que o detido permaneça em silêncio até a nossa chegada na delegacia. Quando chegarmos ao local, iremos nos inteirar do ocorrido junto ao corpo policial, escrivão e delegado, bem como conversar com o detido, orientando-o antes de sua oitiva (termo de declarações) na delegacia.

 

Tal passo, apesar de parecer simples e sem importância, é crucial para o desenrolar da investigação, pois é a partir daí que a polícia irá montar o caso contra o detido. Nossa orientação é baseada em anos de prática da advocacia criminal, bem como em constantes estudos da área, e servirá para que o acusado tenha a situação mais benéfica possível perante a investigação e, posteriormente, no processo criminal, se for o caso.

 

Ademais, a presença de um advogado nesses casos evita possíveis arbitrariedades contra o acusado pela polícia, bem como lhe assegura todos os seus direitos constitucionais, o que, provavelmente, seriam feridos sem a presença de um advogado.  Não vale a pena correr esse risco.

VOLTAR

©2018 by advogadocriminalista.com.br     Todos os direitos reservados